Um relato completo sobre o FISL10 (p 1)

Filosofia ou Técnica? Qual é a do Fórum?

O FISL deste ano teve uma estrutura totalmente nova. Desde que me lembro, todos os Fóruns tiveram, no máximo, 3 dias de palestras. Antes que alguém queira me desmentir, falando que em 2004 (FISL5) a quarta-feira foi usada, deixo claro que nesse Fórum o primeiro dia (justamente essa quarta-feira) foi usado exclusivamente para Encontros Comunitários.

Posted by Hµ63Z on

Filosofia ou Técnica? Qual é a do Fórum?

O FISL deste ano teve uma estrutura totalmente nova. Desde que me lembro, todos os Fóruns tiveram, no máximo, 3 dias de palestras. Antes que alguém queira me desmentir, falando que em 2004 (FISL5) a quarta-feira foi usada, deixo claro que nesse Fórum o primeiro dia (justamente essa quarta-feira) foi usado exclusivamente para Encontros Comunitários.

Além disso, houve muitas diferenças, como a quantidade de palestras técnicas em comparação com palestras politico-filosóficas (204 contra 175, respectivamente), o que fez deste o FISL mais técnico de todos os tempos.

E aqui cabe uma das situações observadas após o Fórum: tem gente reclamando que o evento é usado para propaganda política. Cabe dizer que o FISL sempre foi um evento que tem como objetivo político-filosófico e não apenas técnico. Essa é uma das razões de ser o maior evento comunitário de todo o planeta.

Questões político-filosóficas (como as vantagens do uso do software livre, seus conceitos, sua cultura e a distribuição de conhecimento) não são questões técnicas. Não podemos ser hipócritas dizendo que não existe software proprietário que seja tecnicamente muito bom, pois eles existem, mas que a filosofia do software livre é muito mais sócio-cultural e economicamente mais justo é inegável.

Caso se tire totalmente a filosofia e a política de sua grade, o FISL deixará de ser um Fórum e passará a ser um Congresso (o que conceitualmente é algo totalmente diferente). Congressos médicos, por exemplo, não discutem questões filosóficas, mas apenas questões técnicas e éticas. O FISL não se propõe a isso, não foi pensado para ser isso. Muito pelo contrário. Em sua primeira edição foi quase que totalmente filosófico.

Durante o passar dos anos (10 anos é bastante tempo), sua cara foi mudando, englobando questões extremamente técnicas (como o maravilhoso Kernel Hacking e o primeiro LTSP Hacking) e questões comerciais (Casos de sucesso e/ou fracasso e uma trilha de negócios). Isso sem falar na Mostra de Soluções Livres, que em 2002 tinha como parceiro apenas a livraria Tempo Real, vendendo livros na porta do evento, e esse ano contou com mais de 50 expositores.

Na próxima postagem falarei um pouco sobre a repercussão da presença do Presidente Lula e sua comitiva, acompanhados do Prefeito Fogaça, além das grandes presenças de palestrantes ilustres e suas impressões sobre o evento e o povo Brasileiro.


Comentários

Não existem comentários para este artigo.

Opiniões

Digite seu comentário abaixo. Os campos marcados * são necessários. Você deve visualizar o seu comentário antes de finalizar a postagem.

    



Comentários

Não existem comentários para este artigo.

Opiniões

Digite seu comentário abaixo. Os campos marcados * são necessários. Você deve visualizar o seu comentário antes de finalizar a postagem.

    




Comentários

Não existem comentários para este artigo.

Opiniões

Digite seu comentário abaixo. Os campos marcados * são necessários. Você deve visualizar o seu comentário antes de finalizar a postagem.