Novos horizontes levam ao infinito...

A coruja é uma caçadora eficiente, usando sobretudo seus olhos extremamente aguçados e movimentos rápidos. É extremamente atenta, podendo girar sua cabeça em até 270° e voar silenciosamente devido às penas especiais.

A poesia acabou...

Todo casal passa por isso: após um tempo variável de amor intenso, aquecido pela paixão e encantamento que o relacionamento produz nos seres humanos, a paixão seca, a poesia acaba e nesse momento o casal vive um impasse.

Não é raro que os casais se desfaçam nesse momento, ainda mais comum se não houverem filhos deste relacionamento. E a pergunta que me faço é onde ficaram aqueles casamentos que eram para a vida inteira? Como nossos avós conseguiam manterem-se juntos por tanto tempo? Qual o segredo de tão longívega relação?

Os machistas podem dizer que o que matou esse tipo de relacionamento foi a alçada das mulheres para fora de casa, instruídas e indignadas com posições submissas, mas não é meu ponto de vista, pois acredito que elas têm tanto direito quanto os homens de se sentirem profissionalmente satisfeitas.

Hoje em dia o imediatismo da Internet e da globalização fez com que todo o planeta ficasse “expresso”... Informações atravessam o mundo na velocidade de um clique, todo o trabalho tem que ser feito de maneira mais rápida e melhor, um emprego não é o suficiente para manter uma família, portanto o trabalhador tem que atravessar a cidade rapidamente para atender aos dois empregos e ao estudo, pois sem atualização fica-se obsoleto rapidamente.

Seres humanos, com raras excessões, não conseguem levar uma vida profissional expressa e uma vida pessoal relax, e o número de “trabalholatras” nunca foi tão alto. Assim fica-se com pouco tempo para um relacionamento mais duradouro, e o tempo em que o casal está junto sempre existem questões a serem resolvidas.

Onde quero chegar??? Simples… O tédio conjugal não é uma coisa atual… sempre existiu e sempre existirá, mas a maioria das pessoas agora não tem paciência para enfrentar o tédio cara-a-cara. É mais rápido iniciar um novo relacionamento que tentar recuperar um relacionamento entediado, pois é um trabalho de fidelização do seu companheiro e isso toma tempo e é necessário investir um no outro, acreditando que existe solução à frente. Um imediatista não consegue fazer isso.

Infelizmente a relação pessoa-relacionamento foi drásticamente abalada pelas circunstâncias da relação pessoa-mundo. É triste, mas atualmente um relacionamento está fadado a acabar rapidamente e isso é de tamanho sofrimento aos seres humanos que eles preferem fingir que não se importam e assim ficam com relacionamentos fúteis quando querem um relacionamento mais profundo.

Triste não? Ainda bem que sou coruja!

  • Carla
    Jun 26, 17:24

    Já ouviste falar da história do horizonte, do por que ele existe?
    Talvez a poesia esteja lá no horizonte… será que ela acabou ou simplesmente a gente ainda não chegou lá?
    É preciso mesmo prestar atenção aos começos: o tal começo do tédio, o começo das impaciências… difícil manter um clima de namoro quando se tem contas a pagar, quando a vizinha vem reclamar de alguma coisa ou não se sabe o que fazer para o jantar…
    A poesia, talvez, seja equilibrar tudo isso com uma insana esperança de felicidade – ser feliz imediatamente, apesar de todos os contratempos…
    Talvez seja uma questão de se estar bem consigo mesmo, algo como “nada me aborrece”...
    Eu ainda acredito!
    Beijos

  • teixeira
    Jun 1, 20:22

    ISSO NÃO È UMA POESIA È UM TEXTO ORRIVEL NÂO SEI COMO TEM CORAGEM DE COLOCAR ISSO TIRE POR FAVOR!!!!

  • mori
    Nov 20, 03:03

    aiaiai

Comentário: